Pessoas de Negócios
 
quinta-feira, 29 de junho de 2017
   eventos   palestrantes   campanhas   currículos   Empresas
 
tv vídeos notícias contato inácia soares
 
   Artigo

 
   Atendimento a Clientes

 
   Carreira

 
   Comunicação

 
   Empreendedor

 
   Etiqueta e postura

 
   Eventos

 
   Gestão de Pessoas

 
   Liderança

 
   Livros

 
   Midias

 
   Negócios

 
   Novos Negócios

 
   Tecnologia

 
 
     Buscar

em  
 
     Últimas Notícias
Encontro de educadores
Ética e Relações de Trabalho
Talentos Invisíveis
Liderança e Reinvenção
Formatura Incubadora Design UEMG
 
[ Todas as notícias ]
 
 
 
 
Notícias
 
Atendimento a Clientes
Clínica odontológica cria Spa

Dr. Ronald Magalhães de Souza Lima

ODONTOLOGIA

Dentista atrai clintes do exterior com Spa Odontológico

09/12/08

Gabriela Nunes Camilo estava na Suíça quando decidiu que era no Brasil que iria tratar os dentes. “Na Europa tudo é mais caro. No Brasil é mais acessível, o tratamento é de melhor qualidade”, afirma. Pesquisando na internet, escolheu a clínica do dentista Ronaldo Magalhães de Souza Lima. Mas para se tratar no próprio país, havia uma condição: fazer tudo de uma só vez, quando viesse de férias visitar os pais. A solução foi o SPA odontológico. “Eu vim de férias e tinha um curto espaço de tempo pra curti-la e também fazer o tratamento”.

Há mais de um ano, Ronaldo Magalhães decidiu oferecer o serviço de tratamento intensivo para quem prefere concentrar as idas ao dentista em muitas seções, mas por poucos dias.  Esse serviço hoje encanta os estrangeiros. Temos tido muita demanda de estrangeiros que vêm para o Brasil, porque o custo é menor, e a gente avalia tanto a função quanto a estética”, explica o dentista.

Para ter o diferencial do atendimento rápido, foi preciso montar uma boa infra-estruturada. Tecnologia aliada à ampla experiência e equipe bem treinada. A clínica está preparada para realizar muitos serviços em poucas horas. Quando o cliente quer fugir de qualquer tratamento por medo do motorzinho e da anestesia, a solução é óxido nitroso. O gás, também chamado de o “gás do sorriso” relaxa o paciente e leva embora a ansiedade. Para quem prefere manter a mente ocupada, é só exibir um DVD. O aparelho, bem posicionado, é distração garantida. Mas não acabou. Quer mais relaxamento que uma massagem? A produtora do MESA DE NEGÓCIOS, Mariana Neto, foi convidada a experimentar o serviço. Dentro do consultório do dentista, lugar em que nunca se sentiu à vontade, ela quase dormiu.
“Eu tenho loucura por massagem. Quando a Mônica começou a fazer, com mais dois minutos eu já estava dormindo. Se alguém vem mexer nos dentes, não dá nem para perceber”, declara Mariana.

Segundo a massoterapeuta Mônica Werneck, a massagem é boa antes, durante e depois do tratamento. “Antes para organizar. Durante para manter, porque mexe com muita energia. E depois para manter o que ela conseguiu de modificação na boca, no comportamento, porque está ligado. Então, depois, o paciente faz algumas sessões para conseguir esse equilíbrio”.

Depois dessa novidade, a cadeira do dentista nunca mais será a mesma. “Tem paciente que fica surpreso por ter esse serviço em uma clínica odontológica. Mas todo mundo adora. É relaxante, a pessoa sente que ocorrem algumas mudanças de imediato na vida dela. E temos que quebrar o paradigma de que ir ao dentista é para sentir dor. Temos que proporcionar qualidade de vida cada dia melhor aos nossos pacientes”, explica Ronaldo.

Mesmo sem ter começado o tratamento, Welington Souza já sabe que nessa clínica, nada será como antes. Esta é a primeira consulta dele, depois de muitos anos longe do dentista. O problema que afastou Welington foi o medo! E confessa que não foi a tecnologia avançada e os cuidados com a biosegurança desta clínica que o fizeram criar coragem: mas o diagnóstico surpreendente que recebeu do dentista. O empresário teve um encontro com o dentista que mexeu com ele. “Nos encontramos em um workshop, trocamos cartões e, coincidentemente, alguns dias depois, nos encontramos novamente na rua. Conversamos e ele chamou a minha atenção pela minha comunicação, e disse que isso estava relacionado ao meu dente. Eu achei no mínimo curioso. Então resolvi marcar uma consulta para conversarmos melhor”, explica.

Segundo Ronaldo, a percepção é algo que vem natural. “Eu consigo entender a pessoa no todo. Eu trato da pessoa e não de dente. Eu posso fazer com que a pessoa tenha uma qualidade de vida melhor. Então se eu posso ajudar, não será somente pelo dente, mas para ela tomar consciência dela também. Assim, a vida fica prazerosa”. Para oferecer todo esse cuidado, o dentista garante que é preciso ter tecnologia de ponta, uma equipe bem treinada e visão humanista.

Na entrevista de anamnese, em que o dentista faz muitas perguntas sobre a vida do paciente, formando um amplo diagnóstico odontológico e comportamental, Welington percebeu que os dentes tinham muito mais importância do que ele imaginava na busca pela satisfação pessoal e bem-estar. “No primeiro momento, nos questionamos sobre o que tem a ver dente com uma certa atitude nossa. Em cada dente que eu mexer, eu mexo num comportamento meu. Eu nunca tinha ouvido isso de um profissional da área”, afirma.

Para Aline Mara de Jesus, responsável pela recepção da clínica, a insegurança dos pacientes na sala de espera é evidente. Segundo ela, a maioria tem medo. “Tem uns que pedem água, comem uma balinha, assistem a um DVD, uma música mais relaxando... Então a gente tem todo esse cuidado”, explica. Depois de uma boa conversa, de uma boa massagem e de uma sessão de cinema, Aline garante que o medo desaparece. “Quando o paciente sai, ele está tranqüilo e relaxado”.

Para aqueles que, por anos, fugiram do dentista, após um tratamento na clínica, eles afirmam que vão voltar mais vezes. “Eu me sinto muito mais tranqüilo. Antigamente, eu não chegava nessa etapa do processo, ficava só no orçamento e nunca mais voltada à clínica”, conta Welington Souza. “É realmente um diferencial, muito bom”, afirma Mariana Neto. “Agora eu não tenho mais medo, agora eu volto”, sorri Gabriela Nunes.

Fotos: Mariana Neto

Mais fotos

Welington de Souza, empresário Inácia Soares, durante a entrevista Atendimento odontológico Gabriela Nunes, residente na Suiça
 
 
Todos os direitos reservados à
Pessoas de Negócios © 2008

Termos de uso

   
 


TV HORIZONTE

Programa Mesa de Negócios
Av. Itaú, 515 - Dom Cabral / BH - MG
Cep.: 30.535-910


E-mail: tv@mesadenegocios.com.br
TV Inácia Soares Carreira Tecnologia
Apresentação Eventos Comunicação Contato
TV Horizonte Palestrantes Empreendedor  
Próximo Programa Campanhas Etiqueta e postura  
Assista ( Vídeoteca ) Currículos Gestão de pessoas
Programas Anteriores Empresas Liderança
Depoimentos Vídeos Livros
Exibição Notícias Midias
Cenário Artigos Negócios
Equipe Atendimento a cliente Novos Negócios